domingo, 14 de agosto de 2011

História da Ocupação da A. Latina

Plano de Aula organizado por Anatólio Medeiros Arce.

Marcadores:

12 Comentários:

Às 15 de agosto de 2011 16:32 , Blogger raphael barbosa disse...

-sim,pois hoje em dia é um grande exportador de produtos esses produtos são geralmente exportados para paises da america latina ,tais como argentina ,paraguai ,bolivia e uruguai gerando assim milhares de empregos e renda para esses paises.

Raphael Oliveira Barbosa 32 3D

 
Às 15 de agosto de 2011 16:37 , Anonymous MirianVeneroski nº28 3D disse...

1)-Bem em 1534 um grande território brasileiro foi subdividido em 15 partes...das quais as mesmas foram dooadas à burgueses e pessoas de confiança do rei...assim os proprietários (tambem chamados de donatários) tinham o poder de explorar a região como bem quisesse,inclusive explusando indios de seu território.
Os donatários possuiam regalias que outros naum possuiam.Conforme essas áreas se desolvolviam com ela tambem havia consequentimente um crescimento economico entre eles.

2)-Sim ,pois elas foram divididas visando unicamente uma maior exploração de minerais.

3)-É um processo de industrialização tardia de caráter unicamente capitalista,e possuia um controle de taxas de importação e manipulação de taxas de câmbio.

 
Às 15 de agosto de 2011 16:38 , Anonymous ana mara dos santos 3°D disse...

1°= A colonização aqui no Brasil,foi iniciada em 1530. No Brasil,esse sistema de divisão da terra em capitanias (fazendas)não deu bons resultados. A grande extensão dos lotes talvez é a principal razão de não ter dado certo. Por que donatários Sem recursos suficientes, só conseguiam fundar estabelecimentos precários na região costeira dos lotes que recebiam; não tinham condições de tentar a colonização do interior.

2°= sim porque essa divisão foi feita visando melhorar a exploração de minerais.

 
Às 15 de agosto de 2011 16:38 , Anonymous Anônimo disse...

1-Para finalizar: A China na América Latina, a inserção de uma nova potência econômica?

R=As vezes,a China e tambem a Russia são considerados paises emergentes.Entretanto,pelas peculariedades de cada um---a China por ter a maior população do planeta e por ser uma potencia; a Russia por ser herdeira de uma superpotencia,a união Sovietica---tornou-se mais pratico estuda-lo em capitulos a parte.

2-O Brasil na sua origem foi dividido em 15 grandes fazendas (as capitanias hereditárias). Responda as consequências deste fato para o posterior desenvolvimento
brasileiro e nas relações de poder da burguesia rural no Brasil?

R=Embora tenha vigorado por pouco tempo, o sistema das Capitanias Hereditárias deixou marcas profundas na divisão de terra do Brasil. A distribuição desigual das terras gerou posteriormente os latifúndios, causando uma desigualdade no campo. Atualmente, muitos não possuem terras, enquanto poucos possuem grandes propriedades rurais.

Gustavo buque ferreira
numero 19

3 D

 
Às 18 de agosto de 2011 08:35 , Blogger Jeniffer disse...

A China pode sim ser considerada uma nova potencia, pois com a recente crise dos EUA, e a catástrofe no Japão, fez com que a China, por enquanto seja uma "grande" potencia, fazendo com que ela buscasse hegemonia econômica.

2-O Brasil na sua origem foi dividido em 15 grandes fazendas (as capitanias hereditárias). Responda as consequências deste fato para o posterior desenvolvimento
brasileiro e nas relações de poder da burguesia rural no Brasil?

R:Deixou marcas profundas na divisão de terra do Brasil. A distribuição desigual das terras gerou posteriormente os latifúndios, causando uma desigualdade no campo. Atualmente, muitos não possuem terras, enquanto poucos possuem grandes propriedades rurais.

2- Porque com o povo de certa forma unido, nao conseguiriam "reinar".


Jeniffer Nº22 3ºC

 
Às 19 de agosto de 2011 17:12 , Anonymous Anônimo disse...

3) Analise o processo de industrialização adotado pelo Brasil, México e Argentina, denominado de industrialização de substituição de importação. De que forma este se materializou nas relações econômicas, sociais e políticas no contintente latino-americano?

R= A Substituição das Importações se refere a um modelo de planejamento a favor da Industrialização tardia de caráter meramente capitalista. Foi implantado em muitos países da América Latina, como o Brasil, o México, a Argentina e na África, a África do Sul. Cabe ressaltar que em cada país ela ocorreu dentro das particularidades internas referentes aos não muito diferentes contextos político-sociais. Suas principais idéias são "Produzir internamente tudo aquilo que antes era importado ou aquilo que iriámos importar".
No Brasil, após a crise de 1929, a política de substituição de importações foi implementada com o objetivo de desenvolver o setor manufatureiro e resolver os problemas de dependência de capitais externos.


Gustavo Buque Ferreira

N=19
3D

 
Às 22 de agosto de 2011 15:06 , Anonymous Cristiane disse...

Cristiane Gomes Ferreira
série: 3°D / n°46
1)A- A distribuição desigual das terras gerou posteriormente os latifúndios, causando uma desigualdade no campo. Atualmente, muitos não possuem terras, enquanto poucos possuem grandes propriedades rurais.


B-Sim..Pq Conforme se desenvolvia uma estrutura produtiva e consumidora tinha que melhorar sua estrutura burocráticoadministrativa.

 
Às 22 de agosto de 2011 15:10 , Anonymous Anônimo disse...

Sim pois a China vem crescendo grandemente com sua economia e seus produtos são vendidos hoje em quase todo mundo.

1° Gerou uma série de problemas pois somente duas dessas fazendas hereditárias se desenvolveram e as outras não, e isso foi acarretando em sérios problemas pois o poder estava nas mãos de poucos.

2° sim pois o objetivo era a maior exploração possível.

Vinicius S. Machado
N°38
3D

 
Às 23 de agosto de 2011 07:37 , Anonymous Anônimo disse...

As respostas estão quase todas, incompletas. Algumas respostas estão mutiladas (isto é, transcrição de textos de forma desarticulada e não bem sistematizadas.

 
Às 29 de agosto de 2011 21:52 , Anonymous Anônimo disse...

Lucas Duarte N°26 3°D

1)A China, atualmente pode ser entendida como a inserção de uma nova potência econômica no Continente?
R- A China esta se aproveitando a crise econômica da Europa e dos EUA, para fortalecer seus laços com os países da América Latina, seus produtos são consumidos na maior parte do mundo.

2)O Brasil na sua origem foi dividido em 15 grandes fazendas (as capitanias hereditárias).

A)Quais as consequências deste fato para o posterior desenvolvimento brasileiro?
R- Isso atrapalhou muito para que nosso pais crescesse, porque a terra ficou na mão de poucos e muitas áreas de terra que podiam ser usadas para o plantio ficaram inativas dentro das grandes propriedades. E em relação as burguesias rurais sempre quem tinha mais terra tinha mais poder.

B) Por que a América Espanhola foi dividida em tantos vice-reinados. Tem alguma relação com aquela famélica frase:
"O colonizador para dominá-la precisava dividi-la para reinar"?
R- A América espanhola foi dividida em quatro vice-reinos (Nova Esperança, Nova Granada, Peru e Rio da Prata) para exploração mineral, agricultura, mineração aurífera e argêntea e para pecuária respectivamente.

3) Analise o processo de industrialização adotado pelo Brasil, México e Argentina, denominado de industrialização de substituição de importação. De que forma este se materializou nas relações econômicas, sociais e políticas no contintente latino-americano?
R- Brasil, México e Argentina iniciaram seus processos de industrialização após a primeira guerra mundial, esse processo se intensificou na década de 30, depois da crise de 29. Começaram a implantar industrias voltada para o mercado interno, produzindo bens de consumo não-duráveis, os quais eram antes exportados da Europa. Assim, no começo, a industrialização visava substituir as exportações. Anos depois esses países se endividaram muito isso fez o governo começou a conter as importações o que fez parar com as industrias porque não se tinha recuso para compra de novas máquinas e os regimes ditatoriais e corruptos só ajudaram a agravar essa crise.

 
Às 30 de agosto de 2011 16:22 , Anonymous Anônimo disse...

1-a)Estes territórios seriam transmitidos de forma hereditária, ou seja, passariam de pai para filho. Fato que explica o nome deste sistema administrativo.

As dificuldades de administração das capitanias eram inúmeras. A distância de Portugal, os ataques indígenas, a falta de recursos e a extensão territorial dificultaram muito a implantação do sistema. Com exceção das capitanias de Pernambuco e São Vicente, todas acabaram fracassando. Desta forma, em 1549, o rei de Portugal criou um novo sistema administrativo para o Brasil: o Governo-Geral. Este seria mais centralizador, cabendo ao governador geral as funções antes atribuídas aos donatários.

b)-sim, pois Inglaterra influenciou na divisão das terras da colônia espanhola, pq preferia a existência de vários estadozinhos fraquinhos do que a de um grandão forte. A fraqueza dos Estados era importante para q ela pudesse exercer melhor sua hegemonia nas américas.

3)O processo de substituição de importações, quando fruto de política econômica, é geralmente obtido por controle de taxas de importação e manipulação da taxa de câmbio.
No Brasil, após a crise de 1929, a política de substituição de importações foi implementada com o objetivo de desenvolver o setor manufatureiro e resolver os problemas de dependência de capitais externos.
A Substituição das Importações se refere a um modelo de planejamento a favor da Industrialização tardia de caráter meramente capitalista. Foi implantado em muitos países da América Latina, como o Brasil, o México, a Argentina e na África, a África do Sul. Cabe ressaltar que em cada país ela ocorreu dentro das particularidades internas referentes aos não muito diferentes contextos político-sociais. Suas principais idéias são "Produzir internamente tudo aquilo que antes era importado ou aquilo que iriámos importar".


aluno:Rafael bebete 33
3ºc

 
Às 21 de novembro de 2011 04:55 , Anonymous Anatólio Medeiros Arce disse...

Com creteza, a China é a nação que apresenta as maiores condições de "substituir" os Estados Unidos na hegemonia econômica, política e militar mundial. Entretanto, este não será um processo simples, os Estados Unidos ainda são muito decisivos nos diferentes fóruns mundiais de decisão, tais como a OMC, ONU, OPEP e principalmente nas universidades, nas pesquisas científicas. Isto também faz diferença. Ademais há o American Way of Life (modo de vida americano), muitas pessoas ainda imitam e continuarão imitando os Estados Unidos, comendo suas comidas, assistindo seus filmes. Já a China, o que a China exporta culturalmente ao mundo? Comparado com os Estados Unidos muito pouco. Então, devemos enxergar um quadro que está em transformação, mas tamvém devemos ter cautela ao nos empolgarmos com a "destruição" do império. Abraços, e bom nível de discussões...

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial